Arruada em Cascais, dia 25 de Setembro

27-09-2010 09:42

Manif monárquica em Cascais

 

monarquiaportuguesa.com,somosportugueses.com

 

 

 

No passado dia 25 de Setembro realizou-se em Cascais uma acção de rua promovida pela Real Associação de Lisboa, no sentido de divulgar a alternativa monárquica junto da população.A 2º arruada da RAL e a 4º do MUM desde finais de Agosto deste ano

 

Com ínicio às 11:00 no largo da estação de comboios, a arruada juntou várias pessoas ligadas às estruturas directivas da RAL, militantes monárquicos, um dos quais vindo directamente do Porto exclusivamente para participar nesta acção de rua,  e simpatizantes da Causa Monárquica ,entre os quais o MUM.

 

 

 

Com passagem por lugares chave de Cascais, como a Praça ou o largo do edificio da municipalidade , tiveram os manifestantes a oportunidade de divulgar a mensagem do movimento monárquico e o príncipio de lealdade para com a Casa Real Portuguesa (nomeadamente SAR D. Duarte Pio) num ambiente de acolhimento e salutar contestação de alguns, residuais, republicanos.

 

 

A manifestação teve excelente recepção popular. Muitas das pessoas que se cruzavam felicitavam-nos e abordavam a manifestação, ora para pedir panfletos ora para trocar impressões sobre as suas experiências em paises monárquicos (a presença de emigrantes portugueses tem sido significativa nas arruadas realizadas) ora para pedir contactos . Destaque para um casal de emigrantes portugueses na Bélgica que nos felicitaram na luta pela implantação de um regime monárquico, sendo notória a diferença de nível de vida entre os países monárquicos e Portugal, a presença de simpatizantes que aproveitaram a manifestação para se informarem sobre o movimento, a presença espôntanea de um rapaz de 12 anos que pediu para se juntar à manifestação com a sua bandeira, pescadores que nos pediram uma bandeira de pano para hastearem nos seus barcos de pesca e demais populares que se cruzavam connosco com um sorriso de cumplicidade num sinal claro de que ainda há muito para fazer até vencer o preconceito que faz muitos monárquicos duvidarem e evitarem a militância  no movimento monárquico.